Há algo de deliciosamente irônico no fato de novembro ser o AMEC Measurement Month 2019 O 11º mês do calendário leva o nome do nono mês do ano, porque era assim que costumava ser, antes de inventarem janeiro e fevereiro!

Felizmente, a contagem dos meses agora é consistente. Mas, a história é outra quando se trata da complicada disciplina de medição e avaliação em comunicação. E é por isso que a Hotwire se orgulha de ser uma apoiadora da AMEC (Associação Internacional para Medição e Avaliação em Comunicação) e seus ​​incríveis esforços para promover as melhores práticas no desenvolvimento do segmento, como as iniciativas Integrated Evaluation Framework (Quadro de Avaliação Integrada) e o ‘Common Ground’.

Na qualidade de agência, a Hotwire é veementemente contra a contagem burocrata e mesquinha, como se estivéssemos perseguindo obsessivamente cada migalha. O que quero dizer com isso? Muitas agências e clientes continuam obcecados por contar peças e resultados de forma improdutiva. Focam, exageradamente, em parâmetros poucos elucidativos, como os clippings, as impressões ou o completamente desacreditado AVEs (Ad Value Equivalent).

Trata-se de um monte de palitos de fósforos que, mesmo em grande quantidade na caixa, raramente ajuda os clientes a atingir seus objetivos.

Na Hotwire, o planejamento é um processo que engloba medição, avaliação e insight. Tudo isso deve ser conduzido sistematicamente para oferecer foco, propósito e a autoridade adequada. Seguir por esse caminho é a única maneira de transformar as Relações Públicas das desgastadas Relações de Marketing (e de negócios em geral) em algo estrategicamente direcionado para as organizações.

Abaixo, compartilho alguns pontos que explicam como lidamos com isso:

  • Começamos com um entendimento claro das necessidades do negócio. Deixar de se aprofundar nos objetivos da organização leva ao pensamento confuso e ao trabalho que, por mais criativo que seja, carece de precisão.
  • Quando os objetivos estiverem claros, passamos para o desenvolvimento da estratégia. Aqui, é fundamental definir o público-alvo e os melhores caminhos para alcançá-lo. Os dados nos permitem analisar os principais grupos de uma maneira relevante e diferenciada. A tecnologia que utilizamos auxilia a Hotwire a compreender os públicos não apenas demograficamente, mas também em suas atitudes e características psicológicas e comportamentais.
  • O termo insight é usado de maneira abusiva. Muitos fatos, considerados esclarecedores, não têm relevância e deixam ocultas pontos mais importantes. Preferimos definir insight como o entendimento da audiência, incluindo suas motivações, problemas e frustrações. Principalmente aquelas frustrações que estamos em posição de resolver.
  • Vamos além do superficial para revelar verdades ocultas. Entender os porquês nos permite planejar de forma mais eficaz e segmentar com precisão. Enquanto se desenvolve e aprende em alta velocidade, a IA aperfeiçoa a coleta de opiniões e críticas online que analisamos para entender as motivações de uma compra ou outra ação. Uma vez conhecidas as verdades ocultas, inserimos no processo de planejamento os insights
  • Acreditamos muito em instituir algum tipo de medida qualitativa de coragem. Os clientes estão dispostos a tentar algo um pouco diferente ou até fora da caixa para se diferenciar da multidão? É muito útil reconhecer o apetite de uma marca pelo risco em um contexto de comunicação.
  • Os proof points são importantes. As reivindicações propostas pelo cliente podem ser comprovadas?
  • Mais do que nunca, agora podemos facilmente realizar experiencias de rastreamento de campanhas. Geralmente, aplicamos o teste A/B para ajustar as iniciativas.
  • Somos sinceros e honestos sobre o que não está funcionando como esperávamos. As agências devem ter coragem de não se esconder com relação a aspectos de uma campanha que não deu certo. Com a medição dinâmica, podemos fazer melhorias contínuas.

Como você pode ver, o que fazemos está muito longe da contabilidade que conta migalhas e palitos de fósforos. Mas, se é isso que você procura, ligue para um contador!

Share: